• ABF

O desconhecimento da nossa identidade histórica e como reconstitui-la, segundo Antônio Paim.

Atualizado: Nov 6



Consolidou-se, há bastante tempo, o princípio geral da História da Cultura, formulado por François Guizot (1787-1874), de que se algum país quisesse se preparar, na Modernidade, para ocupar o seu lugar no mundo, precisaria primeiro conhecer a sua identidade, no seio de uma tarefa cultural para encontrar os fatos que revelam as suas origens, a fim de ajustar as novas instituições e preparar as próximas gerações no conhecimento da sua identidade histórica, que é eminentemente factual e não abstrata. O caminho a ser seguido pelos intelectuais era o da historiografia. Isso pensava o sociólogo e historiador, pai ao mesmo tempo da historiografia e da sociologia francesas, que sintetizou as suas diretrizes nesse clássico da ciência política moderna que é a História da Civilização na Europa, desde a queda do Império Romano até a Revolução Francesa, cuja primeira edição data do final da década de 1820 [cf. Guizot, 1864].


Ver o artigo completo em:

https://www.ricardovelez.com.br/blog/o-desconhecimento-da-nossa-identidade-historica-e-como-reconstitui-la-segundo-antonio-paim

42 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo